Uma pele renovada com a dermoabrasão

Os tratamentos para a pele muitas vezes considerados mais "agressivos" causam um certo desconforto, mas, em verdade, ajudam muito a pele a melhorar em sua aparência, pois promovem uma firme renovação celular. Há vários tipos de tratamentos, como os peelings, os ácidos, os abrasivos em geral.

Alguns tratamentos são feitos em consultórios com os especialistas do ramo; existem, porém, outros que podem ser realizados em casa, bastando que sejam tomados os cuidados necessários.

Um exemplo é o tratamento dermoabrasivo com Cicatricure, que promete uma pele nova em apenas 3 passos.

Cicatricure Dermoabrasivo age através de um micro-peeling facial, que remove as camadas mais superficiais da pele removendo as células mortas , o que favorece a produção de colágeno,  estimula a regeneração da  pele, minimiza rugas e linhas de expressão, ajuda no clareamento da pele, melhora a textura da pele e promove um efeito rejuvenescedor, deixando-a suave e iluminada.


A dermoabrasão atua polindo a superfície da pele, removendo as camadas mais superficiais, eliminando impurezas e imperfeições que surgem no rosto devido aos efeitos do meio ambiente e do tempo, renovando a pele. 



Ao remover as células mortas, estimula-se a regeneração da pele e a produção de colágeno, o qual é responsável pela firmeza, elasticidade, hidratação e estrutura da pele.

A dermoabrasão de Cicatricure Dermoabrasivo promove a renovação e a melhoria das características saudáveis e juvenis da pele. 

Nas primeiras aplicações é normal que a pele apresente ardência e coceira suportáveis ou que fique levemente avermelhada. 
Por isso recomendam-se intervalos entre as aplicações, realizando-as a cada três dias e depois, a cada dois dias, até que a pele se acostume ao uso diário. Persistindo o incômodo, suspenda o uso do produto e procure orientação médica.

Durante o tratamento com Cicatricure Dermoabrasivo, deve-se evitar exposição ao sol (é recomendado o uso de protetor solar). 

Não aplique sobre a pele irritada ou lesionada.
Convém lembrar sempre que, ao utilizar ácidos, deve-se consultar um dermatologista para uma orientação segura quanto a interações medicamentosas com outros produtos que se esteja consumindo.






Outras matérias interessantes: